Artigos de Osteopatia 

A ciência manual que harmoniza o seu corpo”

A hérnia discal é uma patologia fisiológica e neurológica da coluna vertebral que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Os pacientes quando são afetados por esta patologia têm dores desesperantes e severas que desgastam todo o sistema nervoso ao longo do dia e limitações de movimentos a nível superior e inferior dependendo sempre da região afetada e são sempre na maioria da população ativa motivo para baixas médicas prolongadas. A hérnia discal tem por norma uma evolução natural derivada de posições sedentárias erráticas, excesso de esforço e quando as tensões axiais são descompensadas devido a alterações na biodinâmica da coluna vertebral tais como escolioses, hiperlordoses e hipercifoses. Resumindo, quando existe um desequilíbrio geral da estrutura (coluna), os discos intervertebrais sofrem uma maior tensão que origina a hérniação discal e pressiona a raiz nervosa. A Osteopatia é um tratamento de excelência e primário na intervenção em hérnias discais não traumatológicas. O tratamento osteopático é manipulativo e descongestionante, o que  permite retirar a pressão dobre o disco intervertebral devido ao prolapso deste sobre a raiz nervosa e consequentemente eliminar a inflamação e a dor e facilitar a irrigação sanguínea e linfática e a regeneração do nervo afetado, após esta fase, permite que o paciente volte de novo para a sua vida ativa sem limitações, diminuindo assim o número de baixas médicas por parte do paciente e intervenções demasiado invasivas.
A Artrite Reumatóide é uma patologia inflamatória, crónica e auto-imune que provoca  dor, inflamação e processos degenerativos ao nível das articulações.Esta patologia priva o paciente de efetuar tarefas muito comuns no dia a dia, causando-lhe dor e limitação de movimentos. O cansaço fisico e neurológico é muito frequente devido á presença constante de dor, retirando por isso qualidade de vida ao paciente. Derivações genéticas e ambientais estão entre as possíveis causas desta patologia, sendo que ainda muito existe para investigar nesta área  A maioria da população atingida com esta patologia está nas mulheres. É possível melhorar a qualidade de vida do paciente através da Osteopatia, onde o paciente obtém benefícios gerais na sua mobilidade e substancialmente reduz o processo inflamatório e de dor com manipulações suaves  e indolores que ajudam também a diminuir a medicação anti-inflamatória mesmo em casos mais graves. O Osteopata complementa o tratamento com técnicas viscerais de indução e estabilização imunitária e harmoniza o sistema nervoso do paciente, que por sequência acelera a sua reabilitação clínica . O paciente após o tratamento sente-se mais leve, harmonioso, energético e capacitado para executar as suas tarefas no dia a dia com o tratamento Osteopático. 
A imagiologia como complemento da anamnese em medicina osteopática é uma mais valia. O Osteopata tem uma avaliação adaptada á sua própria filosofia, em muitos aspetos considerados irrelevantes noutras áreas da saúde, são completamente válidos na leitura osteopática. Pormenores no Raio X por exemplo, como assimetrias dos ilíacos, rotações e inclinações vertebrais, calcificações, etc. , podem evidenciar anomalias fundamentais na avaliação clínica final e posteriormente na sugestão e desenvolvimento de um tratamento mais eficaz. Contudo o Osteopata tem métodos próprios de anamnese que solidificam ou complementam os achados clínicos nestes exames.
Quando nos sentamos por longos períodos de tempo, há uma alteração no alinhamento da coluna vertebral e do tónus em determinados grupos musculares.Por falta de uso, a atrofia dos músculos e assimetrias de posição, fazem com que os ombros se desloquem para a frente, colocando maior tensão sobre os músculos da coluna, a fim de manter a cabeça erguida. A coluna vertebral é forçada para uma posição que não corresponde à sua fisiologia normal. RECOMENDAÇÕES PARA UMA BOA POSTURA/SENTADO:Caso tenha dor lombar, tensão entre as omoplatas, dor no pescoço ou dores de cabeça, tente seguir estas recomendações:Use uma cadeira ajustável com apoio para as costas e antebraço. A curva da região inferior das costas (lordose lombar) deve estar sempre apoiada. As costas devem ficar bem apoiadas no encosto, que deverá prolongar-se, pelo menos, até à altura do pescoço (idealmente as cadeiras deveriam ter encosto de cabeça);Evite sentar-se na mesma posição por mais de 20 ou 30 minutos;Dedique alguns minutos para mudar de posição ou proceder a alguns alongamentos;Não cruze as pernas;Faça exercício físico com regularidade;Mantenha um peso saudável e uma dieta equilibrada. Se a dor persistir por vários dias, entre em contato com um Osteopata qualificado. Após uma anamnese detalhada o Osteopata vai projetar um plano de tratamento com base nos problemas identificados e mostrar-lhe várias formas de proteger a sua coluna .
ESPASMO MUSCULAR - É uma contração muscular involuntária, provocada por uma despolarização das placas motoras devido à concentração excessiva de substâncias metabólicas resultantes do processo da contração anaeróbica. CÃIBRA - É um espasmo muscular, mas que se manifesta de forma mais violenta, intensa, duração curta e com dor mais aguda, exigindo uma intervenção rápida e adequada para proceder ao alongamento do respetivo músculo. CONTRATURA MUSCULAR - É igualmente uma contração involuntária do músculo, mas que se prolongua durante um período maior, permanecendo várias horas ou dias. A contratura muscular apresenta o músculo endurecido. Muitas destas lesões musculares são desencadeadas devido a desidratação excessiva, sobrecarga muscular ou ausência de sais e minerais. Ex. magnésio.
Digite o seu contacto, iremos ligar de volta!
Contacto